Fiat G91

Museu do Ar - Sintra/Portugal 22 de Maio de 2010

A Força Aérea adquiriu os primeiros Fiat G91 em 1966 tendo chegado a ter 74 aparelhos deste tipo, nas versões R/3 e R/4, mais 11 bi-lugares na versão T/3.
Avião de apoio de fogo e reconhecimento fotográfico, entrou ao serviço na Base Aérea 5 e foi largamente utilizado na Guiné (Esquadra 121 - Tigres - sediada na Base Aérea 12 em Bissalanca) e em Moçambique (Esquadra 502 - Jaguares - sediada em Nacala, e Esquadra 702 - Escorpiões - em Tete Chingosi) tanto em missões independentes como em apoio às forças de superfície. Efectuaram ainda destacamentos em Angola (Base Aérea 9 - Luanda).
Na Metrópole operaram a partir da Base Aérea 3, Tancos, passando mais tarde a constituir a Esquadra 301 - Jaguares -, na Base Aérea 6, Montijo, onde terminaram o serviço, e a partir da qual seria constituída a Esquadra 303 - Tigres -, que operaria a partir da Base Aérea 4, Lajes, Açores.
Foram abatidos ao serviço em 1993, possuindo o Museu do Ar cinco aparelhos, dois R/4, dois R/3 e um T/3.

Fonte: Museu do Ar